sábado, 2 de outubro de 2010

A arte invade a comunidade

Por Evelyn Kazan


Aquilo que é bom, sempre deixa um gostinho de quero mais. Não é verdade?!

E foi exatamente isso que aconteceu no Parque Jardim Felicidade, aqui em Pirituba, dia 19 de setembro às 15 horas.

Tudo conspirava para que o decorrer do dia fosse agradabilíssimo.
Um lindo sol ao leste; crianças correndo, brincando, aproveitando a tarde de sábado com seus pais; doces, risadas ao fundo; murmúrios apaixonados dos mais novos amantes; a som de bolas a bater no chão; brisas frescas em nossos rostos; pés livres; cabelos ao léu...
Um conforto incomum, afinal estávamos sentados no chão entre as duas partes do adorável parque (de um lado o Playground, de outro, o poli-esportivo juntamente com o lago dos patos).

Formamos um só sorriso harmônico quando ouvimos que o teatro iria começar. 
Muitos daqueles que estavam presentes, nunca tinham visto um teatro. Muito menos de tão perto.


Uma apresentação simples, com pouco cenário. Porém riquíssima de imaginação e carisma; encantando assim, todos aqueles que ali estavam. 
Aqueles que foram, apenas, levar o seu filho; o homem que passava; a criança que esperava ansiosa pela apresentação... TODOS. 

Pelo sucesso dessa primeira apresentação na reagião, a divulgação da segunda esta sendo feita com muita eficiência, que acontecerá dia 10 de outubro.
Nos arredores do Parque encontra-se cartazes; pessoas elogiando a iniciativa de ' teatro' nos parques, mesmo não sabendo, ao certo, como chegaram estas apresentações. 

Andando pela região você se depara com a alegria dos primeiros contatos com esta magnífica arte, o teatro.
Só com iniciativas culturais como esta, trazendo a arte para a comunidade, que possamos, talvez, ver um Brasil melhor, com o povo vivenciando a arte.  


No dia 10 de outubro será apresentado:

Ruas de Barros do Grupo Chão

video

O teatro Narra os encontros do poeta Manoel de Barros com os mais importantes personagens de seus livros. Através de seu “criançamento das palavras”, o velho Poeta encontra os andarilhos Andaleço e Dona Maria, o capataz Bernardo, o Padre, seu Pai e sua Mãe, enquanto revisita sua memória em forma de estações. A viagem é intercalada por músicas e canções, cujas letras são, também, poemas do próprio autor.


Onde será:
Rua Laudelino Vieira de Campos, 265 – Jardim Felicidade – Pirituba.


Quanto é:
Catraca Livre.


Que horas será:
Ás 15h no dia 10 de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário